Ciências Físico-Químicas 7º ano | Universo

 

UNIVERSO

 

 

 

CONSTITUIÇÃO DO UNIVERSO

 

Como é constituído o Universo?
  • Planetas
    • corpos celestes sem luz própria que orbitam em torno de uma estrela
    • podem ter satélites que orbitam à sua volta

 

  • Estrelas
    • corpos celestes com luz própria
    • quanto maior a massa da estrela, maior a temperatura à superfície, maior o seu brilho e mais azulada

  • a
    • no seu núcleo ocorre uma reação química em que o hidrogénio é transformado em hélio e é libertada muita energia
    • durante a sua vida, encontram-se na maior parte do tempo na fase de sequência principal, mas quando caminham para a sua fase final aumentam muito de tamanho e ficam avermelhadas (gigantes vermelhas) e depois voltam a contrair terminando como anãs brancas, estrelas de neutrões ou buracos negros, conforme a sua massa.

 

  • Sistema planetário
    • conjunto formado por uma estrela, planetas e outros corpos não estelares que se movem à sua volta
    • a Terra encontra-se no Sistema Solar, mas existem muitos outros sistemas planetários no Universo

 

 

  • Enxames de estrelas
    • grupos de estrelas (com a mesma origem e idade) e que se movem em torno de um ponto
    • podem ser enxames abertos ou globulares

 

  • Galáxias
    • conjunto de estrelas, gases e poeiras que se movem em torno de um ponto
    • podem ser em espiral, elípticas ou irregulares
    • o Sistema Solar encontra-se na galáxia Via Láctea que tem forma de disco e braços em espiral
    • os gases e poeiras de uma galáxia formam nebulosas planetárias (brilhantes) e nebulosas difusas (escuras), e é nas nebulosas difusas que se formam as estrelas

 

 

  • Enxames de galáxias
    • conjuntos de galáxias que se movem em torno de um ponto

 

  • Superenxame de galáxias
    • conjuntos de enxames de galáxias que se movem em torno de um ponto

 

  • Quasares
    • corpos muito distantes semelhantes a galáxias, muito brilhantes e que parecem estrelas (quasar vem de quasi stellar que significa “quase estrela”)

 

 

O lugar da Terra no Universo

 

 

 

 

 

FORMAÇÃO DO UNIVERSO 

 

Teoria do Big Bang

Edwin Hubble, o astrónomo que descobriu a existência de outras galáxias além da Via Láctea, reparou também que as galáxias estão a afastar-se umas das outras. Isso significa que o Universo encontra-se em expansão. Outra conclusão que se pode tirar desse facto é que, se se estão a afastar, isso significa que inicialmente estavam juntas.

Em 1964, foi captada uma radiação, por um radiotelescópio, que se considerou ser da fase inicial do Universo. Entretanto foi colocado um telescópio espacial, em órbita à volta da Terra, para captar melhor esta radiação e assim obter mais informações sobre a formação do Universo.

A expansão do Universo e a radiação emitida na fase inicial do Universo são os principais suportes para formulação da Teoria do Big Bang que diz que toda a matéria do Universo se encontrava concentrada num espaço pequeno, a uma temperatura elevada, e que uma explosão, designada por Big Bang, fez com que a matéria se expandisse e posteriormente arrefecesse, surgindo mais tarde as galáxias.

 


 

Revê aqui a matéria/resumo de matemática/síntese de CFQ:

 


 

EXERCÍCIOS

Ficha   |   enunciado + soluções

Nota: Apenas a ficha 1 se refere a este capítulo

 


 

O que tens de saber neste capítulo, segundo o programa e metas curriculares de Ciências Físico-Químicas – 7º ano:

 

DOMÍNIO: ESPAÇO

SUBDOMÍNIO: UNIVERSO

 

  • Conhecer e compreender a constituição do Universo, localizando a Terra, e reconhecer o papel da observação e dos instrumentos na nossa perceção do Universo
  1. Distinguir vários corpos celestes (planetas, estrelas e sistemas planetários; enxames de estrelas, galáxias e enxames de galáxias).
  2. Indicar o modo como os corpos celestes se organizam, localizando a Terra.
  3. Indicar qual é a nossa galáxia (Galáxia ou Via Láctea), a sua forma e a localização do Sol nela.
  4. Indicar o que são constelações e dar exemplos de constelações visíveis no hemisfério Norte (Ursa Maior e Ursa Menor) e no hemisfério Sul (Cruzeiro do Sul).
  5. Associar a estrela Polar à localização do Norte no hemisfério Norte e explicar como é possível localizá-la a partir da Ursa Maior.
  6. Indicar que a luz emitida pelos corpos celestes pode ser detetada ou não pelos nossos olhos (luz visível ou invisível).
  7. Identificar Galileu como pioneiro na utilização do telescópio na observação do céu (descobertas do relevo na Lua, fases de Vénus e satélites de Júpiter).
  8. Caracterizar os modelos geocêntrico e heliocêntrico, enquadrando-os historicamente (contributos de Ptolomeu, Copérnico e Galileu).
  9. Identificar a observação por telescópios (de luz visível e não visível, em terra e em órbita) e as missões espaciais (tripuladas e não tripuladas) como meios essenciais para conhecer o Universo.
  10. Dar exemplos de agências espaciais (ESA e NASA), de missões tripuladas (missões Apolo e Estação Espacial Internacional) e não tripuladas (satélites artificiais e sondas espaciais) e de observatórios no solo (ESO).
  11. Identificar a teoria do Big Bang como descrição da origem e evolução do Universo e indicar que este está em expansão desde a sua origem.

 


 

|   Voltar à lista dos conteúdos do 7º ano – Ciências Físico-Químicas   |

 

You may also like...