Ciências Físico-Químicas 7º ano | A Terra, a Lua e forças gravíticas

 

A TERRA, A LUA E FORÇAS GRAVÍTICAS

 

 

 

OS MOVIMENTOS DA TERRA E SUAS CONSEQUÊNCIAS

 

 

Movimento de rotação (24h) – Consequências

 

  • Sucessão do dia e da noite
    • o movimento de rotação da Terra faz com que a parte iluminada do planeta esteja constantemente iluminada

 

  • Movimento aparente do Sol e das Estrelas
    • a Terra roda de Oeste para Este e, por isso, parece-nos que o Sol e as Estrelas rodam de Este para Oeste.

 

  • Variação da sombra dos objetos durante o dia
    • a posição da sombra é oposta à do Sol
    • a sombra é maior quando o Sol nasce e quando se põe, e é menor ao meio-dia

 

Movimento de translação (365 dias e 6 horas) – Consequências

 

  • Estações do ano
    • as estações do ano devem-se ao movimento de translação da Terra e à inclinação do eixo de rotação (23,5º)

 

Distância da Terra ao Sol

 

A Terra não está sempre à mesma distância do Sol, mas esta diferença é pequena e não é causa das estações do ano.

 

As estações do ano e os outros planetas

 

A inclinação dos eixos de rotação dos planetas é diferente, o que faz com que haja planetas com estações do ano e outros não.

  • Mercúrio
    • não tem estações do ano pois tem o eixo de rotação perpendicular ao plano de órbita

 

  • Vénus e Júpiter
    • praticamente não têm estações do ano pois têm o eixo de rotação quase perpendicular ao plano de órbita

 

  • Urano
    • tem o eixo de rotação praticamente deitado no plano de órbita e por isso tem um inverno muito longo

 

MOVIMENTOS DA LUA E FASES DA LUA

 

 

Período de rotação e de translação da Lua

 

O período de estação e de translação da Lua é igual (27 dias e 7 horas), por isso a face voltada para a Terra é sempre a mesma.

 

Fases da Lua

 

A parte iluminada da Lua não é sempre a mesma, por isso vemos a Lua de diferentes formas.

A Lua diz-se que é mentirosa porque no Hemisfério Norte quando está a crescer tem uma forma de um D e quando está a diminuir tem a forma de um C.

 

Os Eclipses

 

Eclipses da Lua

  • Os eclipses da Lua só acontecem na fase de Lua Cheia

 

Eclipses do Sol

  • Os eclipses do Sol só acontecem na fase de Lua Nova

 

Quando ocorrem eclipses?

Só há eclipses quando a Terra, a Lua e o Sol estão alinhados, o que é raro pois a órbita da Lua é inclinada em relação à órbita da Terra.

 

 

O QUE SÃO FORÇAS?

 

 

  • Força
    • grandeza vetorial
    • unidade S.I. : N (Newton)
    • aparelho de medição: dinamómetro

 

Como se caracteriza uma força

 

  • direção
  • sentido
  • intensidade (valor)
  • ponto de aplicação

 

 

Força gravítica na Terra (Peso)

 

É maior junto aos pólos porque a Terra é achatada e nessas regiões os corpos encontram-se mais perto do centro da Terra.

 

Peso ≠ Massa

 

Peso

  • grandeza vetorial
  • aparelho de medição: dinamómetro
  • unidade S.I : N
  • varia

Massa

  • grandeza escalar
  • aparelho de medição: balança
  • unidade S.I : Kg
  • não varia

 

Efeitos das forças

 

  • por contacto
  • à distância
    • força magnética
    • força gravítica

 

Sobre o dinamómetro

 

  • saber o alcance (valor máximo)
  • saber o valor da menor divisão da escala

 

Força gravítica

 

Força gravítica

  • força que um corpo exerce noutro

 


 

Revê aqui a matéria/resumo de matemática/síntese de CFQ:

 

 


 

EXERCÍCIOS

Ficha 1 | enunciadoresolução

Ficha 2 | enunciado – resolução

 


 

O que tens de saber neste capítulo, segundo o programa e metas curriculares de Ciências Físico-Químicas – 7º ano:

 

DOMÍNIO: ESPAÇO

SUBDOMÍNIO: A TERRA, A LUA E FORÇAS GRAVÍTICAS

 

  • Conhecer e compreender os movimentos da Terra e da Lua
  1. Indicar o período de rotação da Terra e as consequências da rotação da Terra.
  2. Medir o comprimento de uma sombra ao longo do dia, traçar um gráfico desse comprimento em função do tempo e relacionar esta experiência com os relógios de sol.
  3. Explicar como nos podemos orientar pelo Sol à nossa latitude.
  4. Indicar o período de translação da Terra e explicar a existência de anos bissextos.
  5. Interpretar as estações do ano com base no movimento de translação da Terra e na inclinação do seu eixo de rotação relativamente ao plano da órbita.
  6. Identificar, a partir de informação fornecida, planetas do sistema solar cuja rotação ou a inclinação do seu eixo de rotação não permite a existência de estações do ano.
  7. Associar os equinócios às alturas do ano em que se iniciam a primavera e o outono e os solstícios às alturas do ano em que se inicia o verão e o inverno.
  8. Identificar, num esquema, para os dois hemisférios, os solstícios e os equinócios, o início das estações do ano, os dias mais longo e mais curto do ano e as noites mais longa e mais curta do ano.
  9. Identificar a Lua como o nosso único satélite natural, indicar o seu período de translação e de rotação e explicar por que razão, da Terra, se vê sempre a mesma face da Lua.
  10. Interpretar, com base em representações, as formas como vemos a Lua, identificando a sucessão das suas fases nos dois hemisférios.
  11. Associar os termos sombra e penumbra a zonas total ou parcialmente escurecidas, respetivamente.
  12. Interpretar a ocorrência de eclipses da Lua (total, parcial, penumbral) e do Sol (total, parcial, anular) a partir de representações, indicando a razão da não ocorrência de eclipses todos os meses.

 

  • Compreender as ações do Sol sobre a Terra e da Terra sobre a Lua e corpos perto da superfície terrestre, reconhecendo o papel da força gravítica
  1. Caracterizar uma força pelos efeitos que ela produz, indicar a respetiva unidade no SI e representar a força por um vetor.
  2. Indicar o que é um dinamómetro e medir forças com dinamómetros, identificando o valor da menor divisão da escala e o alcance do aparelho.
  3. Concluir, usando a queda de corpos na Terra, que a força gravítica se exerce à distância e é sempre atrativa.
  4. Representar a força gravítica que atua num corpo em diferentes locais da superfície da Terra.
  5. Indicar que a força gravítica exercida pela Terra sobre um corpo aumenta com a massa deste e diminui com a distância ao centro da Terra.
  6. Associar o peso de um corpo à força gravítica que o planeta exerce sobre ele e caracterizar o peso de um corpo num dado local.
  7. Distinguir peso de massa, assim como as respetivas unidades SI.
  8. Concluir, a partir das medições do peso de massas marcadas, que as grandezas peso e massa são diretamente proporcionais.
  9. Indicar que a constante de proporcionalidade entre peso e massa depende do planeta e comparar os valores dessa constante à superfície da Terra e de outros planetas a partir de informação fornecida.
  10. Aplicar, em problemas, a proporcionalidade direta entre peso e massa, incluindo a análise gráfica.
  11. Indicar que a Terra e outros planetas orbitam em torno do Sol e que a Lua orbita em torno da Terra devido à força gravítica.
  12. Indicar que a física estuda, entre outros fenómenos do Universo, os movimentos e as forças.

 


 

|   Voltar à lista dos conteúdos do 7º ano – Ciências Físico-Químicas   |

 

Também te pode interessar…