Economia A 10º ano | Rendimentos e repartição de rendimentos

ECONOMIA A | 10º ANO


RENDIMENTOS E REPARTIÇÃO DE RENDIMENTOS


RESUMO DA MATÉRIA
POWERPOINTS
VÍDEOS
AULAS #ESTUDOEMCASA
EXERCÍCIOS
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS


 

6. Rendimentos e repartição de rendimentos

 

6.1 A atividade produtiva e a formação dos rendimentos

Venda da produção → Rendimentos → Remuneração dos fatores de produção: trabalho e capital

 

6.2 A repartição funcional dos rendimentos

Rendimentos primários: rendimentos gerados na atividade produtiva.

Rendimentos secundários: transferências que o Estado efetua para os agentes económicos.

Repartição funcional dos rendimentos é a análise da forma como o rendimento se reparte pelos fatores intervenientes no processo produtivo, de acordo com a função por eles desempenhada.

Fator trabalho – Salários \\ Fator capital – Lucros, rendas e juros

 

Fator trabalho: salário nominal e salário real

  • Salário nominal é o montante de salário expresso em moeda.
  • Salário real é o salário nominal corrigido do IPC registado nesse ano. Corresponde ao poder de compra do consumidor.
    • Taxa de variação do IPC ˃ taxa de variação dos salários nominais
      • redução do salário real e redução do poder de compra. Com os preços a aumentarem mais do que o salário nominal, este deixa de ser suficiente para adquirir a mesma quantidade de bens que adquiria anteriormente.
    • Taxa de variação do IPC ˂ taxa de variação dos salários nominais
      • aumento do salário real e aumento do poder de compra.
    • Taxa de variação do IPC = taxa de variação dos salários nominais
      • salário real será igual ao salário nominal e poder de compra mantém-se.

 

Fator capital

  • Lucro destina-se aos empresários.
  • Rendas destina-se aos proprietários de imóveis (terras agrícolas, infraestruturas…).
  • Juros destinam-se aos detentores de capital monetário (bancos).

 

6.3 A repartição pessoal dos rendimentos

Repartição pessoal dos rendimentos é a análise da forma como os rendimentos se repartem pelos agregados familiares, independentemente da sua função no processo produtivo.

 

Desigualdades na repartição pessoal dos rendimentos resultam de:

  • diferente distribuição de propriedade: algumas famílias recebem predominantemente lucros enquanto outras apenas salários ou ainda rendas ou juros.
  • desigualdades salariais: os trabalhadores com maiores qualificações recebem salários superiores.

 

Leque salarial = Salário máximo / Salário mínimo

É um indicador das disparidades salariais.

 

Medição das desigualdades salariais na repartição dos rendimentos: Curva de Lorenz

A curva de Lorenz relaciona a percentagem acumulada da população de um país ordenada de forma crescente com os seus rendimentos e a percentagem acumulada do Rendimento Nacional que essa população recebe.

A reta de equidistribuição representa a igualdade na repartição dos rendimentos.

Quanto maior o afastamento em relação à reta de equidistribuição maior será a desigualdade verificada na repartição dos rendimentos.

 

Indicador habitualmente usado na medição das desigualdades salariais: Rendimento Nacional per capita

Desvantagens deste indicador:

  • Pelo facto de ser uma média, não tem em conta as desigualdades que se verificam em cada país
  • Não contabiliza os rendimentos gerados na economia informal (voluntariado, trabalho doméstico)
  • Não contabiliza os rendimentos gerados na economia subterrânea (atividades ilegais)
  • Não tem em conta os danos ambientes eventualmente causados pela produção.

 

6.4 A redistribuição dos rendimentos

O Estado atua verticalmente quando reduz as desigualdades através da aplicação de impostos diretos sobre os rendimentos e horizontalmente por meio de transferências sociais para os mais carenciados.

 

Através da redistribuição dos rendimentos, o Estado:

  • Corrige as desigualdades provocadas pela repartição primária dos rendimentos
  • Cobre coletivamente os riscos individuais
  • Põe à disposição de toda a população um conjunto de bens e serviços sociais (saúde e educação, normalmente designados por bens de mérito)

 

Políticas de redistribuição:

  • Política de preços: aplicação de impostos indiretos sobre os bens e atribuição de subsídios aos bens de primeira necessidade
  • Política fiscal: impostos diretos e indiretos
  • Política social: coordenação do sistema de segurança social

 

Rendimento Pessoal dos Particulares (RPP) = Rendimentos Primários + Transferências Internas + Transferências externas

Rendimento Disponível dos Particulares = RPP – Impostos diretos – Contribuições sociais

 

6.5 As desigualdades na repartição dos rendimentos em Portugal e na EU

(só análise)

voltar ao topo


APRESENTAÇÃO SLIDESHARE

Revê aqui a matéria/resumo/síntese de Economia A:

VÍDEOS YOUTUBE

 

AULAS #ESTUDOEMCASA 2020/2021
EXERCÍCIOS

Exercícios de exame:

Proposta de correção: clicar aqui

APRENDIZAGENS ESSENCIAIS

O que tens de saber neste capítulo, segundo o programa de Economia A – 10º ano:

 

TEMA II – ASPETOS FUNDAMENTAIS DA ATIVIDADE ECONÓMICA

UNIDADE 6: RENDIMENTOS E REPARTIÇÃO DE RENDIMENTOS

 

  • Objetivos de aprendizagem:
    • Relacionar a atividade produtiva com a formação dos rendimentos
    • Explicar o fenómeno da repartição dos rendimentos
    • Descrever o processo de repartição funcional dos rendimentos
    • Definir salário
    • Caracterizar as formas de remuneração do capital
    • Distinguir repartição pessoal de repartição funcional dos rendimentos
    • Verificar as desigualdades da repartição pessoal dos rendimentos
    • Justificar as desigualdades de salários
    • Distinguir salário nominal de salário real
    • Explicar o significado do leque salarial, como indicador da desigualdade de salários
    • Interpretar as curvas de Lorenz
    • Referir as limitações das curvas de Lorenz
    • Explicar as limitações do rendimento per capita como indicador da repartição pessoal dos rendimentos
    • Explicar em que consiste a redistribuição dos rendimentos
    • Dar exemplos de impostos diretos
    • Explicar o papel do Estado na redistribuição dos rendimentos
    • Referir as componentes do rendimento pessoal disponível
    • Verificar a evolução da repartição dos rendimentos em Portugal
    • Comparar a evolução da repartição dos rendimentos em Portugal com a dos restantes países da União Europeia
    • Comparar as desigualdades na repartição dos rendimentos em Portugal e nos restantes países da União Europeia (global e por sexos)

 

  • Conceitos:
    • Formação dos rendimentos
    • Repartição dos rendimentos
    • Repartição funcional dos rendimentos
    • Rendimentos primários
      – salário
      – juro
      – renda
      – lucro
    • Repartição pessoal dos rendimentos
    • Salário:
      – nominal
      – real
    • Leque salarial
    • Curvas de Lorenz
    • Rendimento per capita
    • Redistribuição dos rendimentos
    • Transferências sociais
    • Quotizações sociais
    • Impostos diretos
    • Transferências externas
    • Rendimento pessoal disponível

 

AE – APRENDIZAGENS ESSENCIAIS:

  • Distinguir distribuição pessoal de distribuição funcional dos rendimentos;
  • Caraterizar os rendimentos primários (salários, lucros, juros e rendas);
  • Distinguir salário nominal de salário real;
  • Explicitar, recorrendo a diferentes indicadores (limiar de pobreza e risco de pobreza antes e após transferências sociais, rácio S80/S20 e S90/S10, índice de Gini, curva de
    Lorenz, rendimento nacional per capita), desigualdades da distribuição pessoal dos rendimentos, referindo causas explicativas dessas desigualdades;
  • Explicar em que consiste a redistribuição dos rendimentos, evidenciando o papel do Estado nesse processo;
  • Referir as componentes do Rendimento Disponível dos Particulares (RDP) e calcular o valor do RDP (remunerações do trabalho, rendimentos de empresa e propriedade, transferências correntes: internas e externas, impostos diretos e contribuições sociais).

voltar ao topo


MAIS DE ECONOMIA A – 10º ANO:

1 |   A atividade económica e a Ciência Económica

2 |   Necessidades e consumo

3 |   A produção de bens e serviços

4 |   Comércio e moeda (moeda e inflação)

5 |   Preços e mercados

6 |   Rendimentos e repartição de rendimentos

7 |   Poupança e investimento (utilização dos rendimentos)

voltar ao topo


OUTRAS DISCIPLINAS   |   ECONOMIA A   10ºANO   11ºANO


 

Também te pode interessar…