Economia A 10º ano | Necessidades e consumo

ECONOMIA A | 10º ANO


NECESSIDADES E CONSUMO


RESUMO DA MATÉRIA
POWERPOINTS
VÍDEOS
AULAS #ESTUDOEMCASA
EXERCÍCIOS
APRENDIZAGENS ESSENCIAIS


 

2. Necessidades e consumo

 

2.1 Necessidades – noção e classificação

Necessidade: estado de carência que sentimos e que desejamos ver satisfeito.

 

Características das necessidades:

  • Multiplicidade – as necessidades são ilimitadas e constituem um processo contínuo, renovando-se ao longo do tempo (exemplo: alimentação ao longo do dia; utilização contínua de telemóvel)
  • Saciabilidade – à medida que satisfazemos uma determinada necessidade, a intensidade sentida vai diminuindo até desaparecer por completo (exemplo: diminuição da sede quando se bebe água)
  • Substituibilidade – a satisfação de uma necessidade pode ser substituída por outras alternativas (exemplo: em vez de ver um filme, leio um livro)
  • Variação no tempo (as necessidades no tempo dos nossos avós são distintas das necessidades atuais)
  • Variação no espaço (as necessidades em zonas quentes diferenciam-se das necessidades em territórios frios)

 

Necessidades quanto à importância:

  • Primárias – indispensável à nossa sobrevivência (alimentação, vestuário)
  • Secundárias – são-nos necessárias, mas não indispensáveis (ler um livro, ir ao teatro)
  • Terciárias – necessidades supérfluas (usar roupa de marca, comprar carros de luxo)

 

Necessidades quanto à vida em coletividade:

  • Coletivas – englobam todos os elementos da comunidade (ex: policiamento, regras de trânsito, justiça)
  • Individuais – referem-se a cada individuo

 

2.2 Consumo – noção e tipos de consumo

Consumo: ato de utilizar um bem com vista à satisfação de uma necessidade.

 

Tipos de consumo:

  • Final – a utilização do bem leva à satisfação direta e imediata da necessidade, o que implica a sua destruição imediata (no caso dos alimentos) ou progressiva (vestuário, computador)
  • Intermédio – o bem é utilizado para produzir outros bens, desaparecendo no processo produtivo ou sendo incorporado noutros bens.
  • Individual – a utilização de um bem ou serviço impede o uso simultâneo por outras pessoas (vestuário, telemóvel)
  • Coletivo – bens e serviços utilizados para satisfazer necessidades coletivas (utilização dos serviços de transporte público, de hospitais e escolas públicas)
  • Privado – efetuado pelas Famílias ou pelas Empresas
  • Público – efetuado pelas Administrações Públicas

 

IMPORTANTE: os consumos efetuados pelas Famílias são sempre consumos finais, enquanto os consumos efetuados pelas Empresas são sempre consumos intermédios.

 

2.3 Padrões de consumo – diferenças e fatores explicativos

As despesas efetuadas pelas Famílias no consumo de bens e serviços são influenciadas por um conjunto de fatores.

 

Fatores económicos:

  • Rendimento
  • Preços dos bens
  • Inovação tecnológica

 

Rendimento

O consumo é uma função do rendimento, pois é o valor deste que determinará a estrutura de consumo dos consumidores, isto é, a forma como o rendimento é repartido pelos diversos consumos. 

 

Coeficiente orçamental: peso que cada classe de despesa ocupa no total das despesas de consumo das famílias.

Coeficiente orçamental = (Valor da despesa efetuada / Total das despesas de consumo) x 100 

 

Lei de Engel: à medida que o rendimento das Famílias aumenta, o peso das despesas em alimentação diminui, aumentando o peso das despesas de cultura, distração e lazer.

 

Preços dos bens

Uma variação do preço dos bens influencia as decisões de consumo. Se o preço de um dado bem aumentar e o rendimento permanecer inalterado, ocorrerá uma diminuição do seu consumo.

 

Fatores extraeconómicos:

  • Moda
  • Publicidade
  • Tradição
  • Modos de vida
  • Estrutura etária dos agregados familiares

 

2.4 Evolução da estrutura do consumo em Portugal e na União Europeia

(tópico de análise de informação de tabelas e gráficos; sem matéria adicional)

 

2.5 A sociedade de consumo

A sociedade de consumo caracteriza-se pela valorização das pessoas pelo que têm e não pelo que são, tornando-se o consumo a finalidade última da vida do ser humano. São características desta sociedade:

  • a valorização do ter e não do ser;
  • a produção em larga escala, onde a oferta é superior à procura;
  • uso de marketing agressivo;
  • massificação do consumo;
  • redução do ciclo de vida dos produtos.

 

Evolução histórica da sociedade de consumo:

  • 1ª fase (1950-67), com a abundância na oferta de produtos
  • 2ª fase (1968-73), com a contestação dos ideais de abundância
  • 3ª fase (1974-90), marcada pelas consequências devastadoras dos choques petrolíferos
  • 4ª fase (1991-95), que levou ao surgimento do consumidor prudente e responsável
  • 5º fase (1996-atualmente), com o aparecimento do consumidor empreendedor

 

Consumismo: consumo indiscriminado, impulsivo e perigoso.

 

Consequências do consumismo:

  • Endividamento e sobre-endividamento das Famílias (em resultado do acesso fácil ao crédito e às baixas taxas de juro)
  • Degradação do ambiente e dos recursos naturais

 

2.6 Consumerismo e responsabilidade social do consumidor

Consumerismo: movimento de defesa dos direitos dos consumidores e que promove a sua formação para um consumo refletido e responsável.

 

2.7 A defesa dos consumidores em Portugal e na União Europeia

Existe na União Europeia e particularmente em Portugal um conjunto de organizações que se dedicam à defesa dos consumidores, como:

  • a DGC (Direção Geral do Consumidor)
  • a DECO (Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor)
  • a UGC (União Geral dos Consumidores)

voltar ao topo


APRESENTAÇÃO POWERPOINT

Revê aqui a matéria/resumo/síntese de Economia A:

Clica aqui para abrir o ficheiro 

VÍDEOS YOUTUBE
AULAS #ESTUDOEMCASA 2020/2021

Aula 1   |   “A Economia e o problema económico”   »   ver aula (a partir dos 19:40)  ·  ficha

Aula 3   |   “O consumo​ Noção e tipos de consumo”   »   ver aula  ·  ficha

ver todas as aulas do #EstudoEmCasa 2020/2021

EXERCÍCIOS

Exercícios de exame:

Proposta de correção: clicar aqui

APRENDIZAGENS ESSENCIAIS

O que tens de saber neste capítulo, segundo o programa de Economia A – 10º ano:

 

TEMA II – ASPETOS FUNDAMENTAIS DA ATIVIDADE ECONÓMICA

UNIDADE 2: NECESSIDADES E CONSUMO

 

  • Objetivos de aprendizagem:
    • Explicitar o conceito de necessidade
    • Caracterizar as necessidades
    • Classificar as necessidades
    • Reconhecer o consumo como um ato económico e um ato social
    • Distinguir os diversos tipos de consumo
    • Explicar o papel do consumidor na dinamização da atividade económica
    • Identificar os fatores económicos de que depende o consumo – rendimento, preços e inovação tecnológica
    • Dar a noção de estrutura do consumo
    • Calcular os coeficientes orçamentais
    • Justificar a evolução dos coeficientes orçamentais, relativamente à evolução dos níveis de rendimento
    • Enunciar a lei de Engel
    • Explicar de que modo os preços e a inovação tecnológica influenciam as escolhas dos consumidores
    • Explicar de que modo os fatores extra-económicos – estrutura etária dos agregados familiares, modos de vida, moda e publicidade – influenciam as escolhas dos consumidores
    • Constatar a evolução da estrutura do consumo em Portugal
    • Comparar a evolução da estrutura do consumo em Portugal com a dos restantes países da União Europeia
    • Definir sociedade de consumo
    • Localizar historicamente as Sociedades de Consumo
    • Caracterizar o fenómeno do consumo de massas
    • Indicar as consequências do consumismo, nomeadamente o possível endividamento das famílias
    • Distinguir consumismo de consumerismo
    • Justificar a importância do consumerismo
    • Relacionar o consumerismo com a necessidade de preservar os recursos naturais e os equilíbrios ecológicos
    • Explicar o papel das instituições portuguesas e da União Europeia de defesa do consumidor
    • Expor os direitos e os deveres do consumidor

 

  • Conceitos:
    • Necessidade
    • Necessidades:
      – individuais e coletivas
      – primárias, secundárias e terciárias
    • Consumo
    • Consumos:
      – final e intermédio
      – público e privado
      – individual e coletivo
    • Estrutura do consumo
    • Coeficiente orçamental
    • Lei de Engel
    • Sociedade de consumo
    • Consumismo
    • Consumerismo

 

AE – APRENDIZAGENS ESSENCIAIS:

  • Relacionar necessidades e consumo (necessidades: individuais e coletivas, primárias, secundárias e terciárias; consumo: final e intermédio, público e privado, individual
    e coletivo);
  • Explicar de que forma o rendimento influencia a estrutura do consumo, verificando a evolução dos coeficientes orçamentais (lei de Engel);
  • Explicitar de que modo outros fatores influenciam as escolhas dos consumidores (preço, inovação tecnológica, moda, publicidade, dimensão e composição dos agregados
    familiares);
  • Problematizar o papel do consumidor na atual sociedade de consumo (sociedade de consumo, consumismo e consumerismo).

voltar ao topo


MAIS DE ECONOMIA A – 10º ANO:

1 |   A atividade económica e a Ciência Económica

2 |   Necessidades e consumo

3 |   A produção de bens e serviços

4 |   Comércio e moeda (moeda e inflação)

5 |   Preços e mercados

6 |   Rendimentos e repartição de rendimentos

7 |   Poupança e investimento (utilização dos rendimentos)

voltar ao topo


OUTRAS DISCIPLINAS   |   ECONOMIA A   10ºANO   11ºANO


 

Também te pode interessar…