Poema | Gaivota

 

POEMA

 

GAIVOTA


Se uma gaivota viesse
trazer-me o céu de Lisboa
no desenho que fizesse,
nesse céu onde o olhar
é uma asa que não voa,
esmorece e cai no mar.

Que perfeito coração
no meu peito bateria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde cabia
perfeito o meu coração.

Se um português marinheiro,
dos sete mares andarilho,
fosse quem sabe o primeiro
a contar-me o que inventasse,
se um olhar de novo brilho
no meu olhar se enlaçasse.

Que perfeito coração
no meu peito bateria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde cabia
perfeito o meu coração.

Se ao dizer adeus à vida
as aves todas do céu,
me dessem na despedida
o teu olhar derradeiro,
esse olhar que era só teu,
amor que foste o primeiro.

Que perfeito coração
morreria no meu peito morreria,
meu amor na tua mão,
nessa mão onde perfeito
bateu o meu coração.


Vídeos Youtube

Para ouvir o poema cantado pela Amália!

Para conhecer o poeta, vida e obra!

 


Podes ler também o poema: clicar aqui


Comprar o livro na livraria virtual WOOK

Para conhecer e guardar!

 

ALEXANDRE O´NEILL – UMA BIOGRAFIA LITERÁRIA

de Maria Antónia Oliveira.
edição: Dom Quixote, fevereiro de 2007 ‧ isbn: 9789722030564

 

SINOPSE

Em Alexandre O´Neill – Uma Biografia Literária, Maria Antónia Oliveira dá a palavra aos amigos do poeta e segue os seus passos por Lisboa, através da história literária, cultural e política do país, pelas seis décadas em que a sua vida se escreve.
A poesia e o surrealismo, as paixões e a história de Um Adeus Português, até às facetas de publicitário e coleccionador de Alexandre O´Neill, nesta que é a primeira grande biografia de um dos maiores poetas do século XX.
Críticas de imprensa
«A leitura desta biografia é emocionante e soltam-se gargalhadas com as histórias contadas pelos que o conheceram. […] A escrita da biógrafa adaptou-se ao humor e criatividade do poeta.»
Isabel Coutinho, Público, Ípsilo

 

Para comprar clicar aqui.


Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!