Conto | A Fala do Índio

 

CONTO

 

A FALA DO ÍNDIO


«Nós sempre tivemos muito; os nossos filhos nunca gritaram com fome, e o nosso povo nunca foi necessitado… As cachoeiras do rio Rock fornecia-nos com abundância excelente peixe, e a terra, muito fértil, nunca nos faltou com boas colheitas de milho, feijão, abóboras e demais frutos… A nossa aldeia era aqui desde há mais de cem anos, e durante todo esse tempo fomos nós os detentores incontestados do Vale do Mississipi… A nossa aldeia era sã e não havia lugar nenhum na região que lhe fosse superior, ou que melhor caça tivesse. Se nesses tempos um profeta tivesse aparecido na nossa aldeia pressagiando o que haveria de acontecer, ninguém do nosso povo nele teria acreditado.

Ma-ka-tai-mi-shi-kia-kiak. ou Falcão Negro
chefe dos Saukes e dos Foxes»
(…)
A Fala do Índio, Teri C. McLuhan


Vídeo Youtube

Para ouvir a leitura!

(estamos à procura!)

Apresentações SlideShare

Para ler!

(estamos à procura!)


Comprar o livro na livraria virtual WOOK

Para reler e guardar!

 

A FALA DO ÍNDIO

de Teri C. McLuhan.
edição: Fenda Edições, abril de 2000 ‧ isbn: 9789728529512

 

SINOPSE

Os autóctones das Américas referem-se sempre com veneração à terra, aos animais e aos objectos que constituem o território onde habitam. Quase todos consideram a propriedade privada como o caminho que conduz à pobreza, e não à riqueza. É hoje manifesto que o único futuro decente para todos quantos habitamos este planeta reside na redescoberta do nosso meio ambiente. Impõe-se estabelecermos uma relação legítima com a terra e os seus recursos; de outro modo, ao genocídio do índio seguir-se-á a destruição da natureza – e a esta a nossa própria destruição.

 

 

Para comprar clicar aqui.


 

Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!