Ciências Naturais 6º | Relação entre respiração externa e respiração celular


A CÉLULA E A ENERGIA

 

 

RELAÇÃO ENTRE RESPIRAÇÃO EXTERNA E RESPIRAÇÃO CELULAR

 

Atividades celulares

As células são a unidade fundamental do nosso organismo e em conjunto permitem as seguintes atividades:

  • fabrico de materiais de construção, necessários para o crescimento e regeneração da matéria do nosso corpo;
  • trabalho mecânico, que permite movimentarmo-nos;
  • produção de calor, mantém a temperatura do nosso corpo constante.

 

Para estas atividades as células precisam de energia.

 

 

Respiração celular

As células extraem a energia dos nutrientes energéticos, como os glúcidos e lípidos, através de um processo chamado respiração celular.

 

Neste processo, o sangue fornece os nutrientes e oxigénio à célula e esta produz energia e liberta dióxido de carbono, vapor de água e outros resíduos.

Respiração externa

Como foi possível observar no esquema anterior, para que ocorra a respiração celular são necessários nutrientes e oxigénio. Os nutrientes entram para a nossa corrente sanguínea através do sistema digestivo. O oxigénio entra no sangue através da respiração externa.

 

A respiração externa consiste na trocas gasosas entre o organismo e o meio.

 

 

Como entra o oxigénio no nosso organismo?

Existem trocas gasosas nos pulmões entre o ar que entra e o sangue:

  • o oxigénio do ar passa para o sangue
  • o dióxido de carbono e o vapor de água resultantes da respiração celular saem do sangue para o ar

 

nutrientes oxigénio sangue

 

O sangue depois transporta os nutrientes e o oxigénio para todas as células do organismo para que ocorra a respiração celular.

 

 

Inspiração e expiração

Para estas trocas aconteçam, são muitos importantes dois movimentos: a inspiração e a expiração.

  • Através da inspiração, o ar entra para os pulmões, e o oxigénio passa para o sangue.
  • O ar que se encontra nos pulmões recebe o dióxido de carbono e o vapor de água que são expulsos através da expiração.

 

Estas trocas gasosas que ocorrem nos pulmões (mais concretamente nos alvéolos pulmonares) constituem o processo de hematose pulmonar.

 

Diferenças entre o ar inspirado e o ar expirado

Estas trocas fazem também com que existam diferenças entre o ar inspirado e o ar expirado:

  • o ar inspirado é mais rico em oxigénio
  • o ar expirado é mais rico em dióxido de carbono e vapor de água, e geralmente é mais quente devido à nossa temperatura corporal costumar estar com uma temperatura superior à da temperatura ambiente

 

 

Relação entre a atividade diária e o gasto energético

Quanto maior for a atividade física maior é o consumo de energia. É por isso que quando praticamos exercício inspiramos mais vezes para obter mais oxigénio. Por outro lado, uma pessoa que pratica regularmente exercício físico precisará também de aumentar consumo de nutrientes energéticos.

 

Além da atividade física, as necessidades energéticas diárias de cada pessoa dependem também:

  • da idade;
  • do sexo;
  • do estado de saúde.

 

O clima também pode influenciar as necessidades energéticas diárias pois quanto mais frio for o clima, mais energia é gasta para manter a temperatura corporal.

 

 

O que acontece se não forem ingeridas as quantidades necessárias de nutrientes energéticos?

Se a quantidade de alimentos for:

  • inferior às necessidades energéticas. as pessoas emagrecem:
  • se for superior às necessidades energéticas, as pessoas engordam e podem ficar obesas.

 

 

 

Revê aqui a matéria/resumo de ciências naturais/síntese:

 

 

|   Voltar à lista de conteúdos do 6º ano – Ciências Naturais   |

 

You may also like...