Poema | Trem de Ferro

 

POEMA

 

TREM DE FERRO


“Café com pão
Café com pão
Café com pão
Virge Maria o que foi isto maquinista?

Agora sim
Café com pão
Agora sim
Voa fumaça
corre, cerca
Ai seu foguista
Bota fogo na fornalha
que preciso
Muito força
Muita força
Muita força

Aô …
Foge, bicho
Foge, povo
Passa ponte
Passa poste
Passa pasto
Passa boi
Passa boiada
Passa galho
De inagaseira
Debruçada
No riacho
Que vontade de cantar

Aô …
Quando me prendera
No canaviá
Cada pé de cana
Era um ofício
Aô …
Menina bonita
Do vestido verde
Me da sua boca
Pra mata minha sede
Aô …
Vou mimbara vou mimbara
Não gosto daqui
Nasci no Sertão
Sou de Ouricirri

Vou depressa
Vou correndo
Vou na toda
Que só levo
Pouca gente
Pouca gente
Pouca gente .”


Vídeo Youtube

Para ouvir o poema!


Apresentação ISSUU

Para ler!

 


PDF

Para ler este, página 25, e outros poemas do autor em formato pdf – clicar aqui!


Comprar o livro na livraria virtual WOOK

Para reler e guardar!

PRIMEIRO LIVRO DE POESIA

edição: Porto Editora, outubro de 2019 ‧ isbn: 978-972-0-72637-7

 

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado no programa de português do 6º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada na sala de aula

«Este livro não é uma antologia e muito menos uma antologia panorâmica. Constituído por obras de poetas de todos os países de língua oficial portuguesa, é um livro de iniciação, destinado à infância e à adolescência e onde procurei reunir poemas que, sendo verdadeira poesia, sejam também acessíveis. […] Não quis fazer um livro de ensino mas apenas mostrar o poema em si próprio. Pois creio que só a arte é didática.»
Sophia de Mello Breyner Andresen (do Posfácio da primeira edição).

 

 


Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!