Poema | Coisas que não há que há

POEMA

COISAS QUE NÃO HÁ QUE HÁ


Uma coisa que me põe triste
é que não exista o que não existe.
(Se é que não existe, e isto é que existe!)
Há tantas coisas bonitas que não há:
coisas que não há, gente que não há.
bichos que já houve e já não há,
livros por ler, coisas por ver,
feitos desfeitos, outros feitos por fazer,
pessoas tão boas ainda por nascer
e outras que morreram há tanto tempo!
Tantas lembranças de que não me lembro,
sítios que não sei, invenções que não invento,
gente de vidro e de vento, países por achar,
paisagens, plantas, jardins de ar,
tudo o que eu nem posso imaginar
porque se o imaginasse já existia
embora num lugar onde só eu ia…


Vídeo Youtube

Para ouvir o poema!


Comprar o livro na livraria virtual WOOK

Para reler e guardar!

O PÁSSARO DA CABEÇA E MAIS VERSOS PARA CRIANÇAS

de Manuel António Pina.

edição: Porto Editora, setembro de 2019 ‧ isbn:  978-972-0-72679-7

 

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura.
Metas Curriculares de Português.
Leitura obrigatória no 5.º ano de escolaridade.

O Pássaro da Cabeça e mais versos para crianças
Sou o pássaro que canta
dentro da tua cabeça,
que canta na tua garganta,
que canta onde lhe apeteça.

Estes e outros versos, acompanhados das mais belas pinturas, vão transportar-te para um mundo de imaginação onde só tu poderás chegar…

Este livro é também recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 5.º ano de escolaridade.

 

 


Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!