Lenda | A Lenda das Amendoeiras

 

LENDA

 

A LENDA DAS AMENDOEIRAS


Há muitos e muitos séculos, antes de Portugal existir e quando o Al-Gharb pertencia aos árabes, reinava em Chelb, a futura Silves, o famoso e jovem rei Ibn-Almundim que nunca tinha conhecido uma derrota. Um dia, entre os prisioneiros de uma batalha, viu a linda Gilda, uma princesa loira de olhos azuis e porte altivo. Impressionado, o rei mouro deu-lhe a liberdade, conquistou-lhe progressivamente a confiança e um dia confessou-lhe o seu amor e pediu-lhe para ser sua mulher. Foram felizes durante algum tempo, mas um dia a bela princesa do Norte caiu doente sem razão aparente. Um velho cativo das terras do Norte pediu para ser recebido pelo desesperado rei e revelou-lhe que a princesa sofria de nostalgia da neve do seu país distante. A solução estava ao alcance do rei mouro, pois bastaria mandar plantar por todo o seu reino muitas amendoeiras que quando florissem as suas brancas flores dariam à princesa a ilusão da neve e ela ficaria curada da sua saudade. Na Primavera seguinte, o rei levou Gilda à janela do terraço do castelo e a princesa sentiu que as suas forças regressavam ao ver aquela visão indiscritível das flores brancas que se estendiam sob o seu olhar. O rei mouro e a princesa viveram longos anos de um intenso amor esperando ansiosos, ano após ano, a Primavera que trazia o maravilhoso espectáculo das amendoeiras em flor.


Vídeo Youtube

Para ouvir a leitura!

MOMENTO DE LEITURA | “LENDA DAS AMENDOEIRAS EM FLOR”, COM SÍLVIA RODRIGUES

MOMENTO DE LEITURA | “LENDA DAS AMENDOEIRAS EM FLOR”, COM SÍLVIA RODRIGUES

Na obra “Lendas de Portugal”, de Gentil Marques, também se retratam “Lendas de Mouras e Mouros”. Quase todas as terras e populações de Portugal têm na sua memória uma qualquer história relativa aos mouros, seja por herança direta da ocupação muçulmana da região, ou por apropriação do mito mouro para caracterizar qualquer acontecimento anterior ao domínio cristão da península (a presença muçulmana no território hoje português durou perto de 500 anos e a cultura islâmica deixou fortes vestígios no modus vivendi da Península Ibérica), a verdade é que o nosso imaginário se encontra povoado por histórias de reis e guerreiros mouros e de princesas e mouras encantadas. Prevalecendo o encontro civilizacional entre a cristandade e o mundo islâmico contam-se lendas plenas de amores, batalhas e emoções onde um mundo mágico ganha forma diante da nossa imaginação.

SINOPSE:
“… uma história de amor, vivida entre uma bela princesa do norte da Europa e de um rei mouro, que teve um feliz e encantador enlace final graças à floração das amendoeiras mandadas plantar por aquele, para que a princesa se curasse da nostalgia das neves do seu país”.

Posted by Município de Ourém on Friday, April 24, 2020

 

Para conhecer a lenda!

Uma animação com esta lenda!


Apresentação slideshare

Para ler!

 


PDF

Para ler aqui! (página 9)


Comprar o livro na livraria virtual WOOK

Para reler e guardar!

 

LENDAS (UMA SELEÇÃO)

de Gentil Marques.
edição: Porto Editora, agosto de 2019 ‧ isbn: 978-972-0-72748-0

 

SINOPSE

Obra recomendada no Ensino Básico e Ensino Secundário e referenciada no Plano Nacional de Leitura.

Esta obra apresenta uma seleção de lendas populares que te permitirá fazer uma longa e fascinante viagem às origens do nosso país.
Do rico património histórico e cultural português, surgem estas maravilhosas lendas, que contam histórias sobre mouras encantadas, reis corajosos, mulheres destemidas, monstros assustadores, guerreiros valentes, amores profundos e batalhas inesquecíveis!

 


 

Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!