Ciências Naturais 9º ano | A importância do Sistema digestivo

 

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DIGESTIVO

 

 

 

SISTEMA DIGESTIVO

 

 

Constituição do Sistema Digestivo

 

  • Tubo digestivo:
    • boca
    • faringe
    • esófago
    • estômago
    • intestino delgado
    • intestino grosso
    • reto
    • ânus
  • Glândulas anexas:
    • glândulas salivares (produz a saliva)
    • fígado (produz a bílis, que fica armazenada na vesícula biliar)
    • pâncreas (produz o suco pancreático)

 

 

 

NUTRIÇÃO

 

 

Em que consiste a nutrição?

 

  • Nutrição
    • processo através do qual o organismo assimila os nutrientes existentes nos alimentos, para que os possa utilizar no seu metabolismo

 

 

Etapas da nutrição

 

  • Ingestão
    • introdução dos alimentos no organismo

 

  • Digestão
    • transformação das moléculas complexas dos alimentos em substâncias mais simples

 

  • Absorção
    • passagem dos nutrientes para o sangue e para a linfa

 

 

 

DIGESTÃO

 

 

Ação física e ação química

Ao serem os ingeridos, os alimentos precisam de sofrer várias transformações físicas e químicas de forma a transformarem-se em substâncias simples que o organismo consegue absorver. A essas transformações dá-se o nome de digestão.

 

  • Transformações físicas (ou mecânicas):
    • por ação de forças e movimentos, os alimentos são divididos em partículas mais pequenas
  • Transformações químicas:
    • por ação das enzimas, os nutrientes complexos (polímeros) transformam-se em nutrientes mais simples (monómeros)

 

 

A digestão na boca

A digestão inicia-se na boca.

  • Ação física:
    • mastigação (ação dos dentes e língua)
  • Ação química:
    • insalivação (ação da saliva, produzida pelas glândulas salivares)
      • a enzima amilase salivar transforma o amido em maltose

 

Produto: o alimento transforma-se em bolo alimentar.

 

 

Digestão no estômago

O bolo alimentar passa da boca para o esófago (deglutição), e através dos seus movimentos peristálticos passa depois para o estômago, onde se dá a segunda fase da digestão.

  • Ação física:
    • movimentos peristálticos
  • Ação química:
    • ação do suco gástrico
      • a pepsina transforma as proteínas em péptidos
      • as lipases transformam os lípidos em ácidos gordos e glicerol

 

Produto: o bolo alimentar transforma-se em quimo.

 

 

Digestão no duodeno

Após a digestão no estômago, o quimo passa para o duodeno, que é a parte inicial do intestino delgado, onde ocorre a terceira fase da digestão.

  • Ação física
    • movimentos peristálticos
  • Ação química
    • ação do suco pancreático, do suco intestinal e da bílis
      • a amilase pancreática transforma o amido que não foi decomposto na boca em maltose
      • a tripsina e a peptidase transformam os péptidos em aminoácidos
      • a lipase pancreática e a lipase intestinal transformam os lípidos em ácidos gordos e glicerol
      • a maltase, lactase, sacarase transformam maltose, lactose e sacarose em glicose
      • os sais biliares contidos na bílis emulsionam os lípidos, dividindo-os e facilitando assim a ação das lipases

 

Transformação: o quimo transforma-se em quilo.

 

 

 

ABSORÇÃO

 

 

Absorção intestinal

Após sofrerem digestão, os nutrientes estão na sua forma mais simples e passam para o meio interno (sangue e linfa) por absorção. Este processo ocorre sobretudo através da parede do intestino delgado, na região jejuno-íleo.

 

 

Válvulas coniventes, vilosidades intestinais e microvisolidades

A parede do intestino delgado é formada por pregas chamadas válvulas coniventes, que possuem várias saliências chamadas vilosidades intestinais. Por sua vez, as vilosidades intestinais possuem extensões de menores dimensões chamadas microvilosidades.

 

Todas estas estruturas têm como função aumentar a superfície do intestino, facilitando assim a absorção dos nutrientes.

 

 

Quais os nutrientes que passam para o sangue e quais os que passam para a linfa

As vilosidades intestinais possuem no seu interior uma vasta rede de capilares sanguíneos e um vaso capilar.

 

  • Substâncias absorvidas pelos capilares sanguíneos:
    • água
    • vitaminas hidrossolúveis
    • glicose
    • minerais
    • glicerol
    • aminoácidos

 

  • Substâncias absorvidas pelo vaso linfático:
    • ácidos gordos
    • vitaminas lipossolúveis

 

 

Destino dos nutrientes absorvidos

Depois de absorvidos, os nutrientes são transportados pelo sangue e pela linfa para todas as células do organismo onde são utilizados no seu metabolismo celular.

 

 

Destino das substâncias não absorvidas

As substâncias que não foram absorvidas passam para o intestino grosso.

Através da parede do intestino grosso, ocorre a absorção de água e de alguns minerais. Desta forma, os resíduos alimentares tornam-se mais sólidos, dando origem às fezes, que são expulsas pelo ânus através da defecação.

 

 

 

MICROBIOTA INTESTINAL

 

 

Funções dos microrganismos que constituem a microbiota intestinal

No intestino grosso abundam microrganismos que têm um papel benéfico para o ser humano. Têm como funções:

  • Sintetizar aminoácidos e vitaminas que são depois absorvidos
  • decompor alguns nutrientes que não foram digeridos anteriormente
  • proteger o organismo contra microrganismos patogénicos

 

 

 

SAÚDE DO SISTEMA DIGESTIVO

 

 

Doenças do sistema digestivo

 

  • Úlcera péptica
    • lesão nas paredes do estômago ou do duodeno
    • deve-se à produção excessiva de ácido pelo estômago (frequente em situações de stress) ou à diminuição da proteção das paredes do tubo digestivo devido ao excessivo consumo de álcool, fármacos ou devido a infeções bacterianas

 

  • Gastrite e gastroenterite
    • inflamações do estômago (gastrite) ou do estômago e do intestino (gastroenterite)
    • deve-se a infeções por vírus ou à ingestão de alimentos contaminados com bactérias

 

  • Cancro 
    • desenvolvimento de tumores em órgãos como o estômago, cólon ou reto
    • o cancro do estômago deve-se sobretudo a causas genéticas e ao consumo de álcool e tabaco
    • o cancro do cólon e o cancro do reto deve-se sobretudo a dietas pobres em fibras, fruta e vegetais

 

 

Medidas que contribuem para o bom funcionamento do sistema digestivo
  • Alimentação rica em fibras, vegetais e fruta
  • mastigação correta dos alimentos
  • escovagem dos dentes após as refeições

 


 

Revê aqui a matéria/resumo/síntese de Ciências Naturais:

 


 

EXERCÍCIOS

Em breve

 


 

O que tens de saber neste capítulo, segundo o programa e metas curriculares de Ciências Naturais – 9º ano:

 

DOMÍNIO: VIVER MELHOR NA TERRA

SUBDOMÍNIO: ORGANISMO HUMANO EM EQUILÍBRIO

 

A IMPORTÂNCIA DO SISTEMA DIGESTIVO

  • Compreender a importância do sistema digestivo para o equilíbrio do organismo humano
  1. Identificar as etapas da nutrição.
  2. Relacionar a função do sistema digestivo com o metabolismo celular.
  3. Estabelecer a correspondência entre os órgãos do sistema digestivo e as glândulas anexas e as
    funções por eles desempenhadas.
  4. Resumir as transformações físicas e químicas que ocorrem durante a digestão.
  5. Justificar o papel das válvulas coniventes na eficiência do processo de absorção dos nutrientes.
  6. Referir o destino das substâncias não absorvidas.
  7. Descrever a importância do microbiota humano (microrganismos comensais).
  8. Caraterizar, sumariamente, três doenças do sistema digestivo.
  9. Identificar medidas que visem contribuir para o bom funcionamento do sistema digestivo.

 


|   Voltar à lista dos conteúdos do 9º ano – Ciências Naturais   |


 

You may also like...