Páscoa – Vamos fazer uma caça aos ovos!


Esta semana celebra-se a Páscoa.

Iniciou-se no passado domingo, dia 5, a semana santa, com o chamado domingo de ramos. E no decorrer da semana teremos dois feriados. Sexta-feira santa, dia 10, e o domingo de Páscoa, dia 12.

Vamos sugerir uma atividade para fazerem, aí por casa, com os mais novos. Uma caça aos ovos muito criativa para dar valor ao que realmente importa e que neste momento tanta falta nos faz. Mas primeiro vamos ficar a conhecer um pouco mais do que é a Páscoa e as suas tradições.

 

 

Domingo de Ramos

O Domingo de Ramos é uma festa móvel, celebrada no domingo anterior ao Domingo de Páscoa, onde se comemora a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, onde ele foi aclamado por multidões como o Filho de Deus.

Nessa ocasião, as pessoas receberam Jesus abanando ramos de oliveira e palmeira, os quais representam a vitória de Jesus, um rei humilde que entra na cidade montado num jumento, o qual além da humildade, representa a paz, o inverso do cavalo, que remete à guerra.

 

Tradições do Domingo de Ramos

Como forma de lembrar a data, os católicos costumam levar ramos para a missa para serem benzidos. Também é comum encontrar-se ramos de palmeiras colocados em forma de cruz nas igrejas e nas ruas.

Outra tradição do Domingo de Ramos é o costume de os afilhados oferecerem flores ou ramos aos seus padrinhos e madrinhas, os quais, no domingo seguinte, retribuem o gesto com o “folar”, isto é, como a prenda da Páscoa.

 

Procissão do Domingo de Ramos

No Domingo de Ramos realizam-se procissões de norte a sul de Portugal, com diversas paragens, retratando-se a Paixão de Cristo.

Autênticos mares de flores são preparados para a procissão passar, tornando este evento numa grande atração para as famílias e para os turistas.

 

 

Sexta-feira Santa

Trata-se de um feriado religioso que se celebra na sexta-feira antes do Domingo de Páscoa. É nesta data que os cristãos lembram o julgamento, crucificação, morte e enterro de Jesus Cristo, através de diversos rituais religiosos.

É também conhecida como Sexta-Feira da Paixão. É um feriado móvel, que se celebra entre 22 de março e 25 de abril, servindo de referência para outras datas. É a primeira sexta-feira de lua cheia após o equinócio de Primavera no hemisfério norte, ou o equinócio de Outono, no hemisfério sul, celebrado a 21 de março.

 

Tradições da sexta-feira santa

Uma das principais tradições dos católicos praticantes é a abstinência da carne, em respeito ao sacrifício de Cristo na cruz.

Pelas 15h faz-se um minuto de silêncio pela crucificação de Cristo. Algumas fábricas soam um alarme para sinalizar o momento da morte de Jesus Cristo.

Na noite de Sexta-Feira Santa, a Igreja realiza a Via Sacra, uma oração que tem como objetivo levar os cristãos a meditar na paixão, morte e ressurreição de Cristo.

 

 

Páscoa

A Páscoa também é um feriado móvel, sempre comemorado ao domingo.

Esta é uma celebração religiosa que comemora a ressurreição de Jesus Cristo.

Os cristãos celebram-na como sendo a data conhecida como Domingo de Páscoa. De acordo com a Bíblia, após a crucificação de Cristo, celebrada na Sexta-Feira Santa, Cristo ressuscitou no terceiro dia após a sua morte.

A data serve como momento de reflexão, em homenagem à vida e morte de Cristo, e de agradecimento e glorificação do seu sofrimento.

A Páscoa é celebrada também pela reunião da família, sendo um momento de confraternização e de alegria, onde normalmente as famílias se juntam para comemorar a data.

 

Páscoa em Portugal

Em Portugal, em algumas localidades, ainda existe a tradição da população católica receber a visita do compasso pascal no Domingo de Páscoa. O compasso é composto por um grupo de fiéis católicos que percorrem as ruas com uma cruz e um pequeno sino para anunciar a sua chegada.

Quando convidados pelos habitantes a entrar nas casas, benzem a casa e seus moradores, anunciando a boa nova da ressurreição de Jesus Cristo.

O pão-de-ló, os papos de anjo, o folar, as amêndoas e os ovos da Páscoa são alguns dos doces tradicionais desta época festiva.

 

O ovo da Páscoa

Muito tempo antes do próprio nascimento de Jesus, os povos festejavam a chegada da primavera e o fim do inverno e trocavam, entre si, ovos porque estes simbolizavam o renascer e o reinício.

Nestes tempos e em alguns sítios, os agricultores tinham também, ao que se diz, o hábito de enterrar ovos nas terras de cultivo para que as colheitas fossem boas! Certo é que a antiga e enraizada presença e também troca de ovos, na Páscoa, se mantiveram com a Páscoa cristã.

Com os anos, passou a pintar-se os ovos das galinhas com cores vivas e alegres porque a Páscoa é uma data de festa, o momento da ressurreição de Jesus Cristo.

Os ovos da Páscoa também estão nos folares.

Feitos de diversas formas e feitios, os folares levam ovos cozidos com casca. Conta-se que o folar nasceu de uma lenda que envolve os amores de uma portuguesa chamada Mariana. Depois de desavenças amorosas, a reconciliação terá sido celebrada com a oferta de um folar. Daí que este tipo de bolo celebre a amizade e que seja oferecido entre afilhados e padrinhos de batismo, por esta época.

E ainda temos o jogo da caça ao ovo, tão do agrado do norte da Europa. Os alemães terão levado esta tradição para os Estados Unidos e daqui espalhou-se ao resto do mundo. Esta tradição é, nos dias de hoje, ainda muito forte nos países do norte europeu, no domingo de Páscoa, e terá provavelmente origem na dita antiga tradição que os povos tinham, há muitos séculos, de enterrar ovos nas terras de cultivo para que as colheitas fossem boas!

 

 

Atividade – Caça aos ovos

Quem tem crianças, já ouviu de certeza falar na caça aos ovos. Para além de ser uma atividade divertida para animar a pequenada no Dia de Páscoa, é também muito fácil de organizar e preparar!

 

Os convites

Aguce o apetite dos seus filhos ao criar um pequeno cartão de Páscoa – em cartolina, no formato de um ovo, por exemplo – onde comunica que vai haver uma caça aos ovos no fim-de-semana da Páscoa. Surpreenda-os e deixe o cartão no seu lugar à mesa antes do jantar ou do pequeno-almoço.

 

Decorar os ovos

Os ovos são a estrela desta caça, mas estamos em casa, e por isso em vez dos tradicionais ovos cozidos que são depois decorados de mil e uma formas, pode fazer ovos desenhados em cartolina ou noutros materiais. Pode pintar os ovos previamente, em conjunto com as crianças, elas vão adorar.

 

Preparar os cestos

Para poderem apanhar os ovos que descobrirem durante a caça da Páscoa, as crianças vão precisar de um recipiente e o mais indicado é, sem dúvida, um cesto com uma boa pega. Mas veja o que tem em casa, e depois de escolher, pode torná-los mais apelativos, personalizando-os com etiquetas onde coloca o nome de cada criança que irá participar na caça aos ovos da Páscoa. Outra boa atividade para fazer com as crianças antes do grande dia da caça!

 

Esconder os ovos de Páscoa

Idealmente, uma caça aos ovos da Páscoa deve realizar-se ao ar livre, no jardim de casa, por exemplo. Mas se viver num apartamento ou se não estiver bom tempo, terá de realizar a caça aos ovos da Páscoa dentro de casa. Nesse caso, saiba de antemão a que divisões da casa quer limitar a caça, escolhendo aquelas onde as crianças possam andar à vontade, em segurança e sem o risco de partir alguma coisa. À medida que vai escondendo os ovos de Páscoa, anote todos os esconderijos numa lista para que nenhum ovo fique esquecido!

 

Surpresas escondidas com os ovos

Normalmente, escondem-se doces ou pequenas surpresas com os ovos. Neste ano, e adaptando esta Páscoa aos dias de isolamento social, sugiro que façam pequenos vales com recompensas simples e de grande importância, de coisas que agora não podemos fazer, mas que os pequenos, tal como nós têm imensas saudades. Eles irão guardar os vales e quando tudo passar poderão usá-los nos passeios de família. Por exemplo, os nossos vales incluem:

  • Visita a casa dos avós
  • Ida à praia
  • Ida ao parque infantil
  • Visita a casa dos tios
  • Convidar um colega da escola para brincar
  • Visita a um museu
  • Jantar fora com os amigos
  • Passeio de bicicleta
  • Fim de semana fora

 

1,2,3… partida!

Tenha um ponto de partida, de onde todas as crianças vão sair à hora da caça aos ovos de Páscoa e decore-a com fitas, balões e até alguma sinalética gira. Pode ainda afixar setas ou sinais com pequenas dicas sobre o esconderijo dos ovos, espalhadas pelo recinto reservado à caça. Se, durante a caça aos ovos de Páscoa, verificar que existem crianças com dificuldade em encontrar ovos, dê-lhes algumas pistas e mantenha todos na corrida!

 

Os ovos encontrados

Depois de encontrados todos os ovos da Páscoa, aproveite para tirar algumas fotos das crianças com os seus tesouros – pode até criar um pequeno cenário alusivo à Páscoa para tornar as fotografias mais memoráveis. Se houver tempo e disponibilidade, tenha já preparada uma mesa com lápis de pintar, brilhantes, autocolantes e outros materiais decorativos. Uma tradição a manter…

 

Feliz Páscoa e boa caça com a pequenada!

 

Filipa Cordeiro C.

 


MAIS ARTIGOS

 

Páscoa – Vamos fazer uma caça aos ovos!

Este ano, vamos fazer uma caça aos ovos diferente, mas antes vamos conhecer melhor a Páscoa e as suas tradições.

0 comments

A saga continua!…

Artigo sobre educação – Susana Lionço

0 comments

11 de Março

Vamos relembrar este dia!

0 comments

ARTIGOS     DESAFIOS     EFEMÉRIDES     LIVROS     ONDE IR EM FAMÍLIA     VÍDEOS


 

Também te pode interessar…