ARTE – Afinal, é o que andamos todos a fazer!


Hoje, dia 15 de abril, comemora-se o dia Mundial da Arte. E o que é arte?

ar·te
(latim ars, artis, maneira de ser ou agir, conduta, habilidade, ciência, talento, ofício)
substantivo feminino.

Normalmente, quando pensava em arte, surgia-me no pensamento a imagem de algum evento cultural como uma peça de teatro, um concerto, uma ida a um museu ou algo do género. Mas hoje, quando penso em arte, penso em todos nós. Sim, em todos nós. Penso no que estamos a viver devido a esta pandemia e na arte que todos temos feito para minimizar tudo isto, algo pelo qual nunca imaginei passar. Quem diria que estariam o país e o mundo “fechados” nas suas casas a lutar contra um vírus que veio para nos dar este enorme abanão???

Hoje, quando penso em arte, vêm-me à cabeça todos os profissionais de saúde, os auxiliares e técnicos que fazem a sua arte todos os dias, horas a fio, turnos seguidos, a cumprir as suas missões nos hospitais, clínicas, centros de dia, lares e casas de repouso de todo o mundo. São agora ainda mais família daqueles que cuidam e que não podem receber visitas dos seus próprios familiares.
Os bombeiros, guardas nacionais, polícias de segurança pública e todos os militares que ajudam no patrulhamento, vigilância e esclarecimento de todos em relação ao Covid-19. Que zelam pelo nosso bem-estar e prestam auxílio à população.
Motoristas de pesados, que continuam a transportar produtos, bens e matérias para que nada falte ao mundo. Estes fazem agora as suas viagens mais solitárias de todos os tempos.
Profissionais da área da Educação, que estão agora em casa com os seus filhos e com a educação e ensinamento à distância dos nossos filhos. Têm agora o triplo do trabalho ao tentar arranjar novas soluções para os alunos e seus encarregados de educação, enquanto tratam dos seus lares e famílias e tentam tirar as muitas dúvidas dos seus alunos e colmatar as desigualdades ou a falta de meios que alguns deles têm. Onde agora não existem horários, mas sim uma preocupação imensa de dar a volta e fazer magia com o que há.
Auxiliares e técnicos dos estabelecimentos de ensino que se encontram abertos para ajudar e apoiar a população docente e não só. Pois existem famílias que contam com esta ajuda para a sua principal refeição.
Colaboradores de supermercados e lojas de bens essenciais que todos os dias se sujeitam ao vírus para que possamos ter o que comer disponível à venda nos seus estabelecimentos.
Motoristas de transportes públicos, que continuam a levar quem precisa aos seus trabalhos e os trazem no regresso a casa. Vão acompanhados mas sozinhos no seu espaço, pois a distância assim o obriga.
Funcionários das câmaras municipais e autarquias na recolha de lixo, limpeza das ruas, manutenção e reparação dos espaços públicos.
Jornalistas que fazem agora o dobro do trabalho com metade das equipas no terreno, onde a informação não pára e é essencial para a nossa união.
Costureiros que fazem máscaras, batas e material de apoio aos voluntários, com tecidos que têm em casa ou doados pela população.
Voluntários em todo o mundo, que praticam a arte do bem, ao ajudar a fazer as compras dos mais vulneráveis sem nada pedir.
Proprietários de restaurantes e empregados dos mesmos que depois de fecharem na primeira quarentena obrigatória arregaçaram mangas e reabriram com novas funções partindo contra o desconhecido.
Mães e pais a reinventar o espaço a que estão confinados. A trabalhar de casa, a serem pais a tempo inteiro, com novas funções para com os filhos, a descobrir a arte da multiplicação do tempo para conseguirem gerir a família e o trabalho sem nada descurar.
Crianças que são agora ainda mais artistas do que o que já eram. Deparadas entre quatro paredes com aulas não presenciais, tempo de sobra e falta de tempo, que aprendem agora a viver perto na distância física dos seus familiares e amigos.
Artistas de todos os setores que viram os seus espetáculos cancelados e têm em casa partilhado as suas artes connosco das formas mais criativas que possam existir.

Hoje, é em todos vocês que penso, e para todos vocês o meu MUITO OBRIGADA!

Hoje, é nisto que penso, quando penso em ARTE.

Todos somos agora, mais do que nunca, artistas nas diferentes funções. Com novos ofícios, novas habilidades e talentos, uns em casa, outros nos seus locais de trabalho, mas todos juntos temos feito arte, e sim, hoje é o dia Mundial da Arte assinalado de forma diferente e única, onde todos, mesmo todos estamos a contribuir!

Em seguida, deixo uma curiosidade acerca deste dia.

O Dia Mundial da Arte celebra-se a 15 de abril em todo o mundo. Trata-se de uma comemoração recente, aprovada apenas em 2012 pela IAA (International Art Association), uma associação internacional com sede em Guadalupe. O objetivo desta comemoração é promover a consciência da atividade artística em todo o mundo. Este dia foi escolhido por ser a data de nascimento de Leonardo da Vinci, um dos maiores génios artísticos de todos os tempos.

Neste dia celebram-se as belas-artes um pouco por todo o mundo e por todas as entidades internacionais relacionadas com a temática. O Conselho Executivo da UNESCO decidiu que o Dia Mundial da Arte será comemorado, sempre que possível, a partir de 2020, com jornadas internacionais.

 

Filipa Cordeiro C.

 


MAIS ARTIGOS

 

Podemos acreditar num ensino presencial em setembro?

Como podem os pais estar preparados para o próximo ano letivo

0 comments

A saga continua!…

Artigo sobre educação – Susana Lionço

0 comments

Mudam-se os tempos!… Mas não se mudam as vontades!…

Artigo sobre educação – Susana Lionço

0 comments

ARTIGOS     DESAFIOS     EFEMÉRIDES     LIVROS     ONDE IR EM FAMÍLIA     VÍDEOS


 

Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!