Poema | Bolota

 

POEMA

BOLOTA in E PARA O POETA OUTRO MODO DE OLHAR


CONTAS DE SOMAR

Um mais um são dois

ou um par de bois.

Um mais dois são três

ou a conta que Deus fez.

Um mais três são quatro

ou quantas as patas do gato.

Um mais quatro são cinco

ou os dedos com que brinco.

Um mais cinco são seis

ou meia dúzia de reis.

Um mais seis são sete

ou quatro com o valete.

Um mais sete são oito

ou o número do biscoito.

Um mais oito são nove

ou o pino do seis, se chove.

Um mais nove são dez

ou uma dezena de pés.

Desmatematicar.

 


Vídeos Youtube

Para conhecer o livro!

Para ouvir uma entrevista com o autor!

 


Comprar o livro na livraria virtual WOOK

Para reler e guardar!

E PARA O POETA OUTRO MODO DE OLHAR

de João Manuel Ribeiro.

edição: Trinta por uma linha, novembro de 2017 ‧ isbn: 9789899978485

 

SINOPSE

Plano Nacional de Leitura.

E para o poeta outro modo de olhar reúne «dez anos de poesia da autoria de um dos escritores portugueses mais prolíficos da novíssima geração», apresentando-se «um conjunto de textos que permitem antever não apenas algumas das marcas diferenciadoras da escrita do autor em causa, mas também inevitavelmente o gosto pessoal de quem procedeu a esta selecção ou a esta forma de edição intertextual pela reinserção de “velhos” textos num “novo conjunto”».

«Estes «poemas tão diferentes», que são também estes agora reunidos aqui, neste volume, que conta com uma belíssima composição visual de autoria plural, reflectem, cremos, quão significativo é o lugar da poesia na produção literária de João Manuel Ribeiro».

«(…) A estrutura da presente antologia baseia-se em dez núcleos, a saber: infância; amor; avô; casa; bicicleta; animais; flores, frutos e árvores; letras e números; ciência; humor e ironia. Assim, para cada um destes, são apresentados dois textos poéticos que recriam diversamente as temáticas enunciadas. Regra geral, de forma breve e evidenciando uma atractiva dimensão musical e melódica, nestes constata-se, também, uma concisão vocabular e frásica, bem como o recurso a estratégias como a repetição (por vezes, anafórica), a onomatopeia, os jogos fonéticos e o humor, como fomos sugerindo. Leves marcas de narratividade, o uso do discurso directo e da primeira pessoa verbal, a interpelação viva do receptor, a adjectivação expressiva, a metáfora ou a personificação demarcam, igualmente, os poemas de João Manuel Ribeiro que esta antologia guarda, tornando-os visivelmente próximos do leitor infantil e dos seus gostos.» (Sara Reis na Silva, no Posfácio)

Esta antologia conta com a ilustração de: Anabela Dias Ana Lúcia Pinto Catarina Gomes Catarina Pinto Constança Araújo Amador Fedra Santos Gabriela Sotto Mayor João Vaz de Carvalho Bolota Ricardo Rodrigues Sara Cunha. Selecção e posfácio de Sara Reis da Silva

 

 


Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!