A educação nos dias de hoje

 

A educação nos dias de hoje

 

Já ouviram esta frase: “Temos escolas do Séc. XIX com professores do Séc. XX para alunos do Séc. XXI” ?

 

Uma sondagem realizada em novembro de 2019 pela School Education Gateway mostra que, quando questionados, dois terços consideram que a escola não possui um ambiente próprio para o século em que vivemos.

 

Ora vejamos, os nossos adolescentes conseguem pesquisar numa questão de minutos algo que se passa no outro lado do mundo, mas fechamos os alunos numa sala e esperamos que eles aprendam. 

Sabemos que a aprendizagem em grupo é mais vantajosa mas continuamos a ter mesas onde os sentamos dois a dois.

Defendemos que blocos de estudo são importantes mas queremos que os nossos adolescentes se sentem (com atenção!) durante 90 minutos. 

Existem estudos que mostram que aprender com exemplos práticos aumenta a capacidade de retenção da matéria mas todas as salas têm um quadro onde os massacramos com letras intermináveis. 

Todos nós conhecemos e ouvimos falar dos perigos da internet mas esse tema não é abordado na escola. Queremos que as nossas crianças estejam preparadas para o mundo adulto mas não as ensinamos sobre (por exemplo) a gestão financeira de uma casa.

Sabemos que a troca de experiências é uma mais valia gigante e que todos temos algo a ensinar e algo a aprender mas depois pomos os professores numa posição de superioridade (existem escolas que até tem um estrado para se poder “ver o professor melhor”) em que está lá somente para ensinar os alunos mas não têm nada a aprender com eles nem os alunos têm nada a aprender uns com os outros.

 

Já para não falar dos métodos de avaliação. Porque é que um aluno que tem mais facilidade em memorizar matéria tem melhor nota num teste? Isso faz dele um melhor profissional do que um que não tem tanta facilidade em memorizar? Porque é que um aluno que fica ansioso ao realizar uma prova e acaba por ter uma nota inferior àquela que realmente merece, sai prejudicado comparativamente a um que não se deixa dominar pela ansiedade?

Porque é que rotulamos as nossas crianças e os nossos adolescentes com base num teste escrito que responderam num determinado dia. Esse teste reflete (e vai refletir para o resto da sua vida) as suas aptidões e aquilo que ele é e não é capaz de fazer? 

 

Defendemos, cada vez mais, que todas as pessoas são diferentes mas depois esperamos que, no mundo inteiro, todos os alunos aprendam da mesma maneira. 

É já um facto conhecido que profissões que existem hoje em dia irão deixar de existir no futuro e que muitas novas surgiram (como professores online, pilotos de drones, produtores de alimentos biológicos, etc) no entanto continuamos a ensinar o mesmo que sempre ensinámos. 

Estamos presentes numa era cheia de inovação mas…onde se vê a inovação nas escolas? As empresas promovem melhoria contínua, porque é o ensino diferente? 

 

Todas as pessoas são avessas à mudança mas a necessidade de mudanças no ensino é gritante. Felizmente a escola do futuro já não é uma utopia e já se começam a ver movimentos neste sentido e métodos de ensino novos. Acredito que o caminho será longo e que já ontem era tarde mas tenho fé num mundo onde o ensino seja adaptado ao mundo em que vivemos, em que os nossos alunos sejam visto como seres únicos e individuais e que estejamos a preparar adultos capazes de viver no mundo de hoje e também do futuro.

 

 

Cláudia Pintado

 

Se quiseres saber mais sobre mim, ora espreita : 

www.instagram.com/claudiapintado.teencoach/

www.facebook.com/claudiapintado.teencoach/

open.spotify.com/show/5oLGQOSLKOpLCv1KryQ2AF

 


MAIS ARTIGOS

 

Papel dos pais na escolaridade…

Ler artigo de Susana Lionço

0 comments

O ser professor/educador…

Artigo sobre educação – Susana Lionço

0 comments

Há vida em Marte?

Que mudança para um ensino público melhor?

0 comments

ARTIGOS     DESAFIOS     EFEMÉRIDES     LIVROS     ONDE IR EM FAMÍLIA     VÍDEOS


 

Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!