Onde ir: Convento de Cristo

 

CONVENTO DE CRISTO

 

O Convento de Cristo é a denominação atribuída a um conjunto de edificações históricas situado na freguesia de São João Baptista, cidade de Tomar. Composto por um importante conjunto arquitetónico que inclui o Castelo Templário de Tomar, a Charola templária e igreja manuelina adjacente, o convento renascentista da Ordem de Cristo, a cerca conventual (ou Mata dos Sete Montes), a Ermida de Nossa Senhora da Conceição e o aqueduto conventual (Aqueduto dos Pegões).

O início da sua construção remonta a 1160 e está intimamente ligado aos primórdios do reino de Portugal e ao papel então desempenhado pela Ordem dos templários, tendo sido reconfigurado e expandido nos séculos subsequentes, quando aí estava sedeada a Ordem de Cristo.

Construído ao longo de centenas de anos por alguns dos mais importantes mestres e arquitetos a trabalhar em território nacional (Diogo de Arruda, João de Castilho e Diogo de Torralva entre tantos outros). A sua configuração presente reflete as sucessivas funções a que se destinou e as tipologias arquitetónicas dos períodos históricos em que foi edificado. Nele podemos encontrar elementos tipicamente românicos, góticos, manuelinos, renascentistas, maneiristas e do chamado estilo chão.

“Compêndio de arte, e compêndio de história”, ao Convento de Cristo estão estreitamente ligadas muitas figuras maiores da história de Portugal. Desde logo o mestre Templário Gualdim Pais, verdadeiro fundador da cidade de Tomar; o Infante D. Henrique, responsável por uma importante fase de reconversão e expansão do convento; D. Manuel I, que mandou erigir a igreja quinhentista, verdadeiro Ex libris do estilo manuelino; D. João III, que implementou uma radical refundação da Ordem de Cristo e do próprio convento, ali projetando as suas preferências arquitetónicas; Filipe II de Espanha, que prolongou o programa construtivo do reinado de D. João III e aí realizou as cortes que o reconheceram como rei de Portugal.

O Convento de Cristo destaca-se como um dos mais importantes conjuntos monumentais existentes em território português e encontra-se classificado como Monumento Nacional (1910) e como Património Mundial (1983).

 


HORÁRIO

Outubro a Maio:
Das 09h00 às 17h30 (última entrada às 17h00).

Junho a Setembro:
Das 09h00 às 18h30 (última entrada às 18h00).

Encerrado: 1 de Janeiro, 1 de Março, Domingo de Páscoa, 1 de Maio, 24 e 25 de Dezembro.

 


TARIFÁRIO

Bilhete individual – 6,00€

Bilhete Património Mundial: Convento de Cristo, Mosteiro de Alcobaça e Mosteiro de Santa Maria da Vitória (Batalha) – 15,00€ [válido por 7 dias].

 

Isenções e Descontos
Consultar aqui.

 


LOCALIZAÇÃO

 


REGRAS DE SEGURANÇA | COVID 19

A reabertura ocorreu com uma série de restrições que passam sobretudo pelo período recomendado de visita, 30 minutos (10 minutos para a Charola), a par do encerramento temporário de algumas zonas, a obrigatoriedade do uso de máscara e o pagamento de ingressos e artigos na Loja, apenas com cartão de débito ou crédito.

A preconização de 30 minutos para a visita não é, naturalmente, vinculativa. Trata-se de uma recomendação, perante a necessidade de manter o distanciamento social (obrigatório por Lei), sobretudo na área que contempla o Claustro do Cemitério e a Charola, cujo deambulatório apenas comporta cerca de 25 pessoas. Neste sentido solicitamos a compreensão dos nossos visitantes para que não ocorram acumulações de pessoas na bilheteira e todos tenham oportunidade de visitar ou revisitar o Monumento.

A cisterna do Claustro dos Corvos estará doravante aberta ao público, com uma lotação máxima de DUAS pessoas, dada a exiguidade do acesso e espaço de visita.

 


 


MAIS SUGESTÕES ONDE IR EM FAMÍLIA

 

Onde ir: Museu do Papel Terras de Santa Maria

terça a sexta: 10h00 às 13h00 – 14h00 às 17h00.
sábado e domingo: 15h00 às 17h30.

Última entrada de visita: 30 minutos antes do fecho.

0 comments

Onde ir: Museu Nacional da Música

De segunda-feira a sábado das 11:00h às 17:00h.
Encerra Domingos, Feriados de Ano Novo, 1.º de Maio, Dia de Natal e Dia de Santo António (feriado municipal de Lisboa).

0 comments

Onde ir: Casa Fernando Pessoa

Das 11h às 17h (última entrada: 16h00).
O museu encerra às segundas, 1 de Janeiro, 1 de Maio e 25 de Dezembro.
A biblioteca encerra às segundas, aos domingos e feríados.

0 comments

ARTIGOS     DESAFIOS     EFEMÉRIDES     LIVROS     ONDE IR EM FAMÍLIA     VÍDEOS


 

Também te pode interessar…

Ajuda o nosso site colocando gosto na nossa página de Facebook!