História 9º ano | Crise, ditaduras e democracia na década de 30

 

CRISES, DITADURAS E DEMOCRACIA NA DÉCADA DE 30

 

 


 

Revê aqui a matéria/resumo de matemática/síntese de História:

 


 

EXERCÍCIOS

Fichas   |  ficha1 » correção   |   ficha2 »correção   |   ficha3 » correção

 


 

O que tens de saber neste capítulo, segundo o programa e metas curriculares de História – 9º ano:

 

DOMÍNIO: DA GRANDE DEPRESSÃO À 2ª GUERRA MUNDIAL

SUBDOMÍNIO: CRISE, DITADURAS E DEMOCRACIA NA DÉCADA DE 30

 

  • Conhecer e compreender a Grande Depressão dos anos 30 e o seu impacto social
  1. Identificar os fatores que estiveram na génese da “Crise de 1929” nos EUA.
  2. Reconhecer na “Crise de 1929” características das crises cíclicas do capitalismo liberal.
  3. Descrever as consequências do crash da bolsa de Nova Iorque em 24 de outubro de 1929.
  4. Explicar o processo de mundialização da crise, salientando a exceção da URSS.
  5. Analisar as consequências sociais da Grande Depressão, salientando a generalização dos seus efeitos a todas as camadas da sociedade.

 

  • Conhecer e compreender a emergência e consolidação do(s) fascismo(s) nas décadas de 20 e 30
  1. Comparar o mapa político após a 1.ª Grande Guerra com o mapa político da década de 30, localizando os principais regimes ditatoriais à escala mundial.
  2. Relacionar as dificuldades económicas do após guerra e os efeitos da revolução soviética com o avanço da extrema-direita e dos partidos comunistas, identificando a base social de apoio de cada um.
  3. Relacionar as consequências da Grande Depressão com o crescente descrédito dos regimes demoliberais, salientando os momentos de crise económica e social como conjunturas favoráveis ao crescimento dos adeptos de propostas extremistas.
  4. Descrever sucintamente a subida ao poder do Partido Nacional Fascista, em Itália, e do Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães.
  5. Caracterizar os princípios ideológicos comuns ao(s) fascismo(s).
  6. Descrever as organizações e formas de enquadramento de massas e de repressão desenvolvidos pelos regimes fascistas.
  7. Relacionar a consolidação dos regimes fascistas com os resultados obtidos pelas respetivas políticas económicas e sociais.
  8. Caracterizar as especificidades do nazismo, destacando o seu carácter racista e genocidário.
  9. Analisar as causas e consequências do racismo alemão, destacando a crença na superioridade da “raça ariana”, a criação do “espaço vital” e as vagas de perseguição antissemita que culminaram no Holocausto.

 

  • Conhecer e compreender a emergência e consolidação do Estado Novo em Portugal
  1. Referir a manutenção da instabilidade política e dos problemas financeiros nos primeiros anos da Ditadura Militar (1926-1928).
  2. Descrever o processo de ascensão de António de Oliveira Salazar no seio da Ditadura Militar (1928-1933).
  3. Comparar as características do Estado Novo com as características dos regimes ditatoriais italiano e alemão, destacando as suas semelhanças e diferenças.
  4. Caracterizar as organizações repressivas e os mecanismos de controlo da população criados pelo Estado Novo.

 

  • Conhecer e compreender o regime totalitário estalinista implantado na União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS)
  1. Caracterizar o “regime de terror” instituído por Estaline na URSS entre 1927 e 1953, salientando a adoção de fortes medidas repressivas.
  2. Caracterizar a política económica seguida por Estaline, salientando a coletivização dos meios de produção e a planificação da economia.
  3. Avaliar a política estalinista em termos de eficácia económica e de custos sociais.
  4. Distinguir estalinismo de fascismo, salientando a existência de formas semelhantes de atuação em regimes ideologicamente antagónicos.

 

  • Conhecer e compreender as respostas dos regimes demoliberais à “Crise de 1929” e à Grande Depressão da década de 30
  1. Relacionar as fragilidades do capitalismo liberal e o fracasso das primeiras medidas de combate à crise com a adoção de estratégias de intervenção do Estado na economia.
  2. Referir as principais medidas de intervenção do Estado na regulação das atividades económicas e nas relações sociolaborais tomadas durante o New Deal.
  3. Relacionar os efeitos da “Grande Depressão” e do crescimento do fascismo com as tentativas de formação de governos de unidade nacional (Grã-Bretanha e Suécia) e de Frentes Populares (França e Espanha).
  4. Referir medidas tomadas pelos governos de Frente Popular em França e Espanha.
  5. Referir os resultados limitados de medidas de intervenção do Estado na economia e nas relações sociolaborais adotadas em alguns países na década de 30.
  6. Integrar a guerra civil espanhola (1936-1939) no contexto dos confrontos ideológicos da década de 30 do século XX.

 


 

|   Voltar à lista dos conteúdos do 9º ano – História   |

 

You may also like...