Neste dia, 8 de março: Despedidas da armada comandada por Pedro Álvares Cabral

Despedidas da armada comandada por Pedro Álvares Cabral

despedidas de belemNo domingo, 8 de março de 1500, D. Manuel fez questão de realizar as despedidas da armada comandada por Pedro Álvares Cabral com destino à Índia. Acidentalmente, ou não, a armada acabaria por chegar primeiro ao Brasil.

Depois de descoberto o caminho marítimo para a Índia em 1498 por Vasco da Gama, uma outra armada estava pronta para partir para reforçar o domínio português no Oriente. De acordo com a tradição e a importância e grandeza da missão, o dia que antecedia a partida era vivido em ambiente festivo e cerimonioso, fazendo-se uma despedida pública com missa e comemorações, onde se destacava a presença do rei e da corte entre a imensa multidão que se juntava em Belém.

Terminada a missa, a comitiva encaminhou-se para a praia. À frente estava o bispo com os acólitos, precedidos do porta-cruzes e acompanhados dos frades da Ordem de Cristo, com tochas na mão. D. Manuel e Cabral vêm a seguir secundados pelos cortesãos, capitães e tripulantes dos navios. Soam trombetas, flautas, tambores. E o povo acompanha o cortejo fazendo coro aos cânticos solenes. Em grandes botes enfeitados, Cabral e seus homens rumam para as naus ancoradas ao largo, no rio Tejo.

Era a maior armada até então enviada numa missão oceânica e estava pronta para partir. Era constituída por 13 navios, com o dobro do tamanho dos anteriores, um bom carregamento de armas e 1500 homens. Objectivo: Índia.

A partida ocorreu no dia seguinte, no dia 9 de março.

 

|   Mais curiosidades sobre datas   |

 

You may also like...