Ciências da Natureza 5º | 12. Classificação dos seres vivos

Classificação dos seres vivos

 

1. Sistemas de classificação de seres vivos

Aristóteles: dividiu os seres vivos em dois reinos – reino dos animais e reino das plantas.

Lineu: introduziu as categorias de classificação: reino, filo, classe, ordem, família, género, espécie.

Whittaker: acrescentou os reinos monera, protista e o dos fungos.

Sendo assim, actualmente temos em consideração cinco reinos na classificação dos seres vivos:

  • reino animal: vertebrados e invertebrados, pluricelulares com tecidos organizados, geralmente com locomoção e que se alimentam de outros seres vivos ou detritos;
  • reino das plantas: seres pluricelulares com clorofila e que produzem o seu próprio alimento;
  • reino dos fungos: seres sem clorofila, com parede celular, que vivem sobre matéria orgânica ou parasitando outros seres vivos;
  • reino protista: seres unicelulares e pluricelulares com núcleo distinto, ma sem formação de verdadeiros tecidos;
  • reino monera: seres unicelulares sem núcleo distinto.

 

2. Chaves dicotómicas

Para localizar um ser vivo nos grupos taxonómicos e classificá-lo utilizam-se as chaves dicotómicas que são conjuntos de pares de características descritas e ordenadas que por comparação com as características do ser vivo permitem chegar ao grupo a que este pertence.

 

You may also like...